Whey Protein! Que Tipo Tomar

As proteínas são fundamentais para diversas funções, uma delas é a manutenção e construção muscular.

Ingerir proteínas de qualidade é algo fundamental e crucial para qualquer praticante de atividades físicas sério, pois é a ingestão correta e balanceada que pode determinar o tamanho dos seus ganhos, sejam eles ganhos de musculatura, ganhos em perda de peso ou ganhos de definição muscular e ajudam também a evitar queda de cabelo e a calvície .

A qualidade da proteína que ingerimos é muito importante para atingirmos nossos objetivos de uma forma mais rápida e inteligente, pensando nisso, surgiram diversas empresas lançando suplementos a base de proteínas de altíssimo valor biológico.

Há algum tempo, a indústria da suplementação vem crescendo cada vez mais e lançando novos tipos de produtos, um mais ‘tecnológico’ que o outro.

Isso não é diferente com o melhor suplemento do mundo, o bom e velho whey protein.

Com o tempo, os fabricantes criaram novas versões de acordo com o gosto de seus clientes.

Neste artigo falaremos sobre as novas versões do whey protein e uma opinião clara e objetiva sobre cada um deles.

Vamos lá?!

definição muscular

Whey Protein Concentrado

A versão mais antiga e ‘comum’, se trata do whey protein básico, com proteína pura e poucas quantidades de gorduras e carboidratos por dose.

Whey Protein Isolado

Se trata de uma versão mais ‘limpa’ que a versão anterior, ou seja, contém maiores doses de proteína pura e zero gordura e carboidrato.

Whey Protein Hidrolisado

Pode se chamar da versão ‘premium’ do whey protein. Se trata da versão mais pura e mais nobre de proteínas no mundo atualmente, com zero de impurezas.

Qual Usar

Para o ganho de massa muscular – A versão concentrada seria mais interessante, pois em fase de ganho de massa muscular, a ingestão de gorduras é inevitável, por isso, um whey protein com quantidades mínimas de gorduras e carboidratos não seria algo de muito relevante em sua dieta.

Para definição muscular – A versão hidrolisada seria mais interessante, pois nesta fase a ingestão de carboidratos ou gorduras, em certos dias se torna algo inadmissível.

Para perda de peso – A versão isolada é a mais interessante neste caso, visto que na fase de perca de peso os carboidratos não são totalmente cortados, pois são fontes de energia primordiais. Gastar em algo melhor como a versão premium seria desnecessário.

queda de cabelo

Minha Opinião

Sinceramente, a menos que o praticante de atividade física que tiver dúvida entre qual whey protein usar tenha alguma alergia ao leite e seus derivados, não vale a pena pagar mais caro pelo fato de um whey protein possuir pouca ou nenhuma quantidade de gorduras.

O que realmente influencia seus ganhos, sejam quais forem seus objetivos, não é a quantidade de gordura que um whey protein possui, até porque esta quantidade se torna algo muito irrelevante, se apegue a quantidade de gorduras que você consome em sua dieta como um todo e não na quantidade que você ingere em apenas 1 copo de whey.

Você não fracassará ao ingerir um whey protein concentrado nem tampouco ficará forte somente por usar um whey protein ‘premium’.

O que realmente influencia em seus ganhos são 3 fatores:

  • Sua dieta como um todo;
  • Sua rotina de exercícios físicos;
  • Seu descanso.

 

Tenha uma alimentação correta e regrada, não falte a sua rotina de exercícios físicos, os faça de maneira correta, exercite seu corpo e não o seu ego, e descanse por um horário mínimo de 7 horas para dar ao seu corpo o tempo necessário para ele ser recuperar e reconstruir massa muscular.

Ninguém atinge seus objetivos de um dia para o outro, isso é construído com o tempo e sinceramente, não é um whey protein concentrado, isolado ou hidrolisado que irá determinar isso, mas sim você!

 

Até o próximo artigo!

 

Vitamina B e seus benefícios

Todos os dias, aprendemos novas formas de ganhar massa muscular, de complementar nossa dieta, do que fazer, do que não fazer, enfim… como fazer para ganhar mais massa muscular e o que você precisa para isso.
Bom, já conferimos em outros artigos que as proteínas e os carboidratos são importantíssimos para quem tem como objetivo o ganho de massa muscular, mas ainda falta não falamos de uma categoria muito importa, as vitaminas.
Além de fazer musculação, se alimentar visando o ganho de massa muscular com proteínas e carboidratos e tomar suplementos, é muito importante que tenhamos também, as vitaminas em nosso cardápio.
Assim como as proteínas e os carboidratos, as vitaminas são importantíssimas no ganho de massa muscular e o déficit dela pode comprometer todo o seu ganho.
Bom, existem diversos tipos de vitaminas (A, B, C, D… Z…), cada uma com funções diferentes, sendo a maioria delas, muito importantes para o nosso organismo.
Neste artigo, abordarei a vitamina B, que é muito importante para quem pratica musculação e quer ganhar massa muscular e também para quem não pratica musculação e não quer ganhar massa muscular, ou seja, ela é importante de qualquer jeito.
Portanto, para saber mais sobre essa incrível vitamina, continue lendo este artigo e saiba todos os seus benefícios e características. Confira:

Os tipos de vitamina B

Os tipos de vitamina B
Primeiramente, você deve saber que existem vários tipos de vitamina B (B1, B2, B3, B5, B6, B7,B9 e B12) e cada uma delas serve para alguma coisa.
Em geral, as vitaminas B regulam o corpo e trás equilíbrio em nosso consumo energético, apresentando diversas funções como:
Crescimento do cabelo; Evita cabelo caindo e a calvície 
• Saúde da pele;
• Tônus muscular;
• Apetite.

Além disso, quando nos dizem para nos alimentarmos bem com vitamina B para não pegarmos doença, não é chatisse, é a mais pura verdade. O consumo equilibrado e constante dessa vitamina pode ajudar contra diversas doenças:
• Protege o fígado contra diversas doenças;
• Evita a depressão;
• Vai contra doenças no coração;
• Evita doenças no sistema nervoso;
• Melhora o metabolismo.

As respectivas vitaminas B
Agora que você já sabe que existem diversas vitaminas B com diversas funções, chegou a hora de conhecer cada uma delas e as suas respectivas funções. Confira:

crescimento muscular.

 Vitamina B1

É IMPORTANTÍSSIMA para o crescimento muscular. A vitamina B1 está ligada à formação de hemoglobina, cuja a função é transportar oxigênio pelo corpo, recompondo os músculos durante a musculação.
Quanto mais intenso for o exercício, mais a B1 será necessária.

Ela pode ser encontrada em carne, fígados, ovos, queijos, sementes, cereais integrais, entre outros.

Vitamina B2

Tem grande participação na produção de energia da proteína. Estudos afirmam que ela é essencial para quem quer ganhar massa muscular.

A vitamina B2 pode ser encontrada em legumes, carne e leite.

 Vitamina B3
É essencial para quem malha intensamente, pois está ligada ao processo metabólico, ajudando a ter mais energia.

Encontrada em carne, aves e fígado.

 Vitamina B5

Está ligada à regulação de gordura no organismo.

Pode ser encontrada em batata doce, melaço e lentilha.

 Vitamina B6

As proteínas dependem da B6 para realizar as funções corretas no organismo. Quanto mais proteínas ingerir, mais vitamina B6 precisamos consumir.

Encontrada em carnes, ovos e leguminosas.

 Vitamina B7

Grande atuação na produção de energia para o corpo.
Encontrada em banana, carnes, rim, fígado e ovo.

 Vitamina B9

É essencial para o corpo. O déficit dessa vitamina pode causar anemia, diarréia e dificultar a absorção de nutrientes pelo organismo.
É encontrada em leveduras fígado, legumes, leite e ovos.

 Vitamina B12

Atua no metabolismo dos carboidratos, que são os principais fornecedores de energia para a realização de atividades físicas, além de ser importante para o sistema nervoso.

Encontrada em carne, fígado, leite, queijo e ovos.